quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Mais SLB

Um Rally Dakar igual a si próprio, acidentado e repleto de peripécias e reviravoltas. O piloto Paulo Gonçalves, que possui um parceria com o nosso clube, já esteve na liderança, o seu gesto de auxiliar exemplarmente um rival colocando em risco o seu resultado teve repercussões em todo o mundo, foi aparentemente afastado da prova, regressou à competição beneficiando da decisão da organização, pese embora o natural desgaste físico e os problemas na sua moto reagiu à campeão, com um enorme espírito de sacrifício e preserverança, e parecia ter o pódio à mercê, mas ocupa neste momento, com três etapas por disputar, o 8º posto da classificação geral com 1.14:45 h de atraso face ao líder, depois de lhe ter sido aplicada uma dura e controversa punição esta Quarta-feira.
No último jogo da 1ª Volta do Campeonato Nacional I Divisão de Rugby, as águias sofreram novo desaire, por 16-17, na recepção ao CR Técnico. Este desfecho negativo fez com que o Benfica resvalasse para o 5º lugar da pauta classificativa.
No Meeting Mário Moniz Pereira, em Oeiras, marcaram presença diversos atletas encarnados, distinguindo-se entre eles, por terem alcançado o 1º lugar na sua disciplina, Diogo Antunes (60 m), Rasul Dabó e Lecabela Quaresma (60 m Barreiras) e Paulo Conceição (Salto em Altura - 2,08 m). Na Finlândia, no Festival de Pajulhati, Diogo Ferreira transpôs a fasquia dos 5,45 m e ganhou na especialidade do Salto com Vara, enquanto Edi Maia terminou no 3º lugar.
Numa prova organizada pela Associação de Atletismo de Lisboa, Kristina Saltanovic impôs-se sem grandes dificuldades nos 3000 m de Marcha Atlética, à frente da colega de equipa Mara Ribeiro.
Em Paredes, a jovem Silvana Dias tornou-se vencedora sem grande oposição dos 10 Km da III Corrida dos Reis.
O líder do ranking da II Divisão de Pool Masculino do Circuito de Lisboa, Fábio Gomes, somou nova vitória ao vencer o 4º Open.


A edição de 2016 do Rally Dakar não foge à regra e tem sido marcada por múltiplos incidentes. O motard Paulo Gonçalves ocupa actualmente o 8º lugar da classificação geral, mas o atraso face aos lugares do pódio é, em teoria, significativo (o 38º Rally Dakar termina a 16 de Janeiro) e, portanto, dificilmente o benfiquista conseguirá melhorar o resultado do ano passado, isto é, lograr a vitória.
Aquando da rubrica publicada na semana anterior, o piloto da Honda, ocupava a 4ª posição, ao cabo de três etapas. Na Quarta-feira passada, Paulo Gonçalves aproveitou a penalização aplicada a um rival para somar a primeira vitória este ano e assumiu a liderança da classificação geral. Na jornada seguinte, cumpriu a tirada com o 12º melhor tempo e manteve-se no comando, tal como na Sexta-feira onde foi o 3º mais rápido do dia.
A 7ª etapa, que se desenrolou no Sábado, correu mundo! Isto porque Paulo Gonçalves não hesitou em prestar assistência a um rival na luta pelo título, o austríaco Mathias Walkner, comprometendo o resultado final. Um gesto de enorme desportivismo, à BENFICA! Felizmente o tempo perdido (10:53 min) pelo benfiquista no auxílio ao adversário, que foi obrigado a desistir, foi descontado e o piloto de motos prosseguiu na liderança da prova, ao concluir a etapa no 2º posto. Após o dia de descanso, o azar bateu à porta. O Vice-Campeão em 2015 sofreu uma queda aparatosa (ver vídeo), imediatamente se ergueu e prosseguiu com a sua prestação, todavia no final da etapa tinha sido arredado do 1º lugar. No dia seguinte, problemas sérios na moto apontavam para o fim do sonho do piloto português, porém a anulação de parte da etapa por parte da organização, devido ao número elevado de acidentados por causa da dureza do traçado e das altas temperaturas registadas, permitiu que Paulo Gonçalves não abandonasse prematuramente o Rally Dakar e terminasse a etapa no 13º lugar, a mais de 34 min do líder, sendo relegado para o 3º lugar da geral. O benfiquista concentrou-se em concertar ao máximo o seu veículo motorizado e, por conseguinte, em continuar a perseguição aos 1º e 2º classificados pese embora a desvantagem de tempo. Hoje, esta Quarta-feira, Paulo Gonçalves consolidou o 3º lugar, ao fechar a etapa no 4º posto. No entanto, o piloto sofreu um duro revés nas suas aspirações depois de ser penalizado pela organizado em cerca de 40 min, sendo então relegado do pódio para o 8º lugar. A vitória final está algo difícil, sucedendo-se o mesmo com a repetição do resultado alcançado em 2015, contudo um lugar no pódio ainda não pode ser descartado. Força Paulo! És um Campeão, independentemente do desenlace no próximo Sábado.




Depois da eliminação dos 1/8 Final da Taça de Portugal, os pupilos de José Mendes da Silva voltaram a sofrer um desaire para o Campeonato Nacional I Divisão 2015 de Rugby, num jogo disputado no Jamor. Esta derrota tangencial e de certa forma inesperada resultou na descida para o 5º lugar. Definitivamente os encarnados atravessam uma fase de menor fulgor na temporada. 9 jogos, 5 vitórias.

9ª Jornada do Campeonato Nacional I Divisão - Fase Regular

Resultado final: SL BENFICA 16 - 17 CR Técnico (1-2 em ensaios)



O Centro de Alto Rendimento do Jamor recebeu o Meeting Mário Moniz Pereira, que constitui a primeira prova do calendário competitivo de 2016, organizado pela Federação Portuguesa de Atletismo. Naturalmente, vários atletas encarnados marcaram presença e aproveitaram para aprimorar o seu rendimento, tendo em vista o Campeonato do Mundo de Pista Coberta, que decorrerá em Portland, EUA, entre os dias 20 e 22 de março. Em plano de evidência esteve o velocista Diogo Antunes (60 m - 6,71 s), bem como o barreirista Rasul Dabó (60 m Barreiras - 8,49 s), Paulo Conceição (Salto em Altura - 2,08 m) e Lecabela Quaresma (60 
m Barreiras - 7,94 s). Todos venceram na respectiva especialidade.
Resultados oficiais em:
http://www.fpatletismo.pt/Cache/Res_2016_PC_Meeting_Moniz_Pereira-22317.pdf



No Norte da Europa, Finlândia, o benfiquista Diogo Ferreira participou no Festival de Pajulhati, tendo se sagrado vencedor na disciplina de Salto com Vara, depois de transpor a fasquia que se encontrava a 5,45 m. Realce ainda para os desempenhos de Edi Maia e Ícaro Miranda, 3º e 5º classificados respectivamente. A recém-contratada, Cátia Pereira, gastou sem sucesso as tentativas que dispôs para ultrapassar a barreira colocada a 4 m.

Duas das novidades encarnadas, as marchadoras Kristina Saltanovic (13:39,37 min) e Mara Ribeiro, arrecadaram confortavelmente o 1º e 2º lugares respectivamente, nos 3000 m de Marcha Atlética, na Pista Prof. Moniz Pereira, numa prova organizada pela Associação de Atletismo de Lisboa.


Em Paredes, Silvana Dias venceu a III Corrida dos Reis, precisando de 36:20 min para cumprir os 10 Km.
Resultado oficial em:
https://lap2go.com/pt/Event/corrida-reis-paredes-2016/Results/Prova-Principal




Uma vitória por 5-3 no confronto decisivo valeu a Fábio Gomes, que integra a secção de Bilhar do SL Benfica, a conquista do título referente ao 4º Open de Pool Português da II Divisão - Zona de Lisboa.

1 comentário:

  1. Infelizmente já não dá Paulo sofreu uma queda e está hospitalizado.

    ResponderEliminar