domingo, 15 de outubro de 2017

Regresso ao trilho das vitórias em Futsal

Futsal - 6ª Jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional

Resultado Final: SL BENFICA 3 - 2 Leões de Porto Salvo

(1-0 ao Intervalo)

Marcadores: Raul Campos (2), André Coelho.




Campeão treme mas vence nos Açores

Basquetebol - 7ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: Lusitânia 89 - 95 SL BENFICA

(1ºp: 19-17; 2ºp: 23-20; 3ºp: 27-32; 4ºp: 20-26)

Marcadores: Raven Barber (19), Carlos Morais (18)Antywane Robinson (14)João Soares (12)Jesse Sanders (11), Tomás Barroso (8)Nuno Oliveira (6), José Silva (5), Carlos Andrade (2).



Benfica eliminado na Polónia

Andebol - 2ª Mão da 2ª Ronda da Taça EHF

Resultado Final: Gwardia Opole 26 - 21 SL BENFICA

(10-12 ao intervalo)

Marcadores: João Silva (4)Pedro Seabra (3), Davide Carvalho (3), Belone Moreira (2)Stefan Terzic (2), Alexandre Cavalcanti (2), Hugo Figueira (1), Ricardo Pesqueira (1), Francisco Pereira (1), Fábio Vidrago (1), Ales Silva (1).



sábado, 14 de outubro de 2017

Águias superiores aos insulares

Basquetebol - 3ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: Terceira Basket 67 - 90 SL BENFICA

(1ºp: 17-20; 2ºp: 18-28; 3ºp: 16-20; 4ºp: 16-22)

Marcadores: José Silva (16)Jesse Sanders (15)Antywane Robinson (13), João Soares (9), Carlos Morais (8), Tomás Barroso (6), Carlos Andrade (5)Nuno Oliveira (5), Raven Barber (4)Nicolas dos Santos (4), Cláudio Fonseca (3)Aljaz Slutej (2).


Primeiro triunfo alcançado em Voleibol

Voleibol - 2ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: SL BENFICA 3 - 0 V. Guimarães

(25-17; 25-15; 25-15)

Pontuadores: Miroslav Gradinarov (12), Hugo Gaspar (11), André Lopes (8), Filip Cveticanin (5), Vinhedo (5), Honoré (4), Milija Mrdak (4), Dusan Stojsavljevic (2).



sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

Para Sábado e Domingo a agenda encontra-se bem recheada, concretamente com compromissos caseiros em Voleibol e Futsal, visita em dose dupla do Basquetebol aos Açores e jogo decisivo na Polónia para o Andebol.

Naturalmente poderá acompanhar a nossa antevisão a cada uma das partidas.


A abrir as hostilidades, pelas 15 horas de Sábado, o Campeão Nacional de Voleibol estreia-se em casa, frente ao Vitória de Guimarães, em duelo relativo à 2ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional. A BENFICA TV assegurará a cobertura televisiva, lamentavelmente em diferido.

Vinda de dois desaires em outros tantos encontros oficiais, este é o momento do Benfica dar o grito de revolta e inverter o momento, com a conquista de três pontos obrigatórios. E sim, obrigatórios pois num campeonato que terá mais concorrentes pelo título, todos os pontos serão importantes para o ordenamento da classificação final.

Do lado de Guimarães chega uma equipa ainda longe do fulgor voleibolístico de outras temporadas, formada maioritariamente por jovens de valor promissor. Uma equipa aguerrida mas com menor cartel, experiência e valia individual do que o campeão. Mas será dentro do campo que o Benfica terá de provar esse seu estatuto, respeitando o adversário.

Já se sabe que o momento não é o melhor, até pelas lesões que assolam o plantel. Depois da lesão grave de Ary Neto em Alvalade, Zelão também deixou essa partida por lesão, partida que os sérvios Dusan e Mrdak já haviam falhado por lesão. Veremos quem recuperou a tempo e em que condições. Independentemente das baixas, o caminho é só um: ganhar.

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 2ª Jornada

Sábado - dia 14:

SL BENFICA-V. Guimarães 15h
Esmoriz-Ac. São Mamede 17h
Leixões-Castêlo da Maia 17h

Sexta - dia 13:

S
p. Espinho-Ac. Espinho 21h30

Domingo - dia 15:

V
C Viana-Sporting 16h

Clube K 1-3 SC Caldas (25-20; 21-25; 32-34; 22-25)


Dupla jornada em Basquetebol. Os comandados de José Ricardo viajam até à Ilha Terceira para defrontar os dois representantes do arquipélago dos Açores, para a 3ª e 7ª Jornadas da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

No Sábado, a partir das 16 horas, defrontamos o 
Terceira Basket. O Benfica é terceira a equipa a fazer esta dupla deslocação aos Açores, já que semana passada este cenário já se verificou. A Oliveirense venceu confortavelmente o Terceira Basket e com mais dificuldade o Lusitânia, sendo que ambas as equipas da casa derrotaram a Ovarense.

Não são claramente equipas com ambições de lutar pelo título, mas são duas formações que irão procurar um lugar nos Playoffs, embora e num exercício meramente teórico, só deverá haver lugar para uma delas. O Benfica é claramente favorito para ambos os jogos, mas também assim o será na maioria dos jogos neste campeonato.

Há que dar continuidade ao bom arranque de temporada dos encarnados a nível interno, isto numa altura em que vai arrancar a participação na FIBA Europe Cup, e por conseguinte, o calendário encarnado vai ser apertado, com muitos jogos e viagens e menos tempo para treinar. É um ciclo muito exigente, como se viu a temporada passada, e nada melhor do que começar bem, com mais duas vitórias.

Às 16h30 (locais) de Domingo, as águias jogam no reduto do Lusitânia. Ambas as equipas locais têm estrangeiros que já deram nas vistas nas primeiras jornadas, como seria de esperar, mas apresentam alguma falta de opções de banco, o que lhes colocará certamente problemas durante os 40 minutos. Do lado encarnado, havendo dúvidas pendentes com a disponibilidade de Carlos Morais e José Silva, já se sabe que há opções de qualidade para uma rotação profunda e sem quebras.

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 3ª Jornada

Sábado - dia 14:

Terceira Basket-SL BENFICA 16h
CAB Madeira-Illiabum 16h
Ovarense-Eléctrico 16h
Lusitânia-Barreirense 17h
Galitos Barreiro-V. Guimarães 18h

Domingo - dia 15:

FC Porto-Oliveirense 18h30

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogo da 7ª Jornada

Domingo - dia 15:

Lusitânia-SL BENFICA 17h30


No Domingo, por terras polacas, os nossos rapazes do Andebol têm encontro marcado, pelas 15 horas, com o Gwardia Opole, referente à 2ª Mão da 2ª Ronda da Taça EHF.

Com a vitória por quatro golos na bagagem, o Benfica tem de entrar desconfiado nesta partida, até pela experiência da temporada passada, em que frente a outra equipa polaca, o Benfica perdeu por cinco fora e ganhou por seis em casa. Certamente que num ambiente contrário, o jogo pode ter características diferentes e tudo indica que terá.

Desde logo esperam-se uns polacos bem mais acutilantes do que no último jogo, em que várias vezes tentaram prolongar ao máximo as suas iniciativas (ou faltas dela) de ataque. Neste aspecto o Benfica terá de estar sobreavisado, e preparado para defender e sofrer no massacre "físico". É indiscutível o maior peso e força dos polacos. Contudo, se o Benfica defender bem pode fazer do contra-ataque uma das suas melhores armas, para ir marcando e ter sempre o controlo do jogo e da eliminatória.


Espera-se também o regresso de Alexandre Cavalcanti, que pode ser um trunfo para surpreender um pouco os polacos, mas espera-se sobretudo que o Benfica dê continuidade a este excelente arranque de temporada, que siga determinado em superar mais um desafio, de forma a ficar a uma eliminatória do acesso à fase de grupos da Taça EHF.

Taça EHF (2ª Ronda) - 2ª Mão

Domingo - dia 15:

Gwardia Opole-SL BENFICA 15h Seguir em: http://www.ehftv.com/int/livestream/gwardia-opole-sl-benfica


A encerrar o fim de semana desportivo, pelas 18 horas de Domingo, as águias recebem os Leões de Porto Salvo, num desafio respeitante à 6ª Jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional de Futsal. No caso de falhar a presença na Luz, tem como alternativa seguir o jogo através da BENFICA TV/TVI 24.

Regresso das partidas à Luz, num jogo sempre quentinho e que marca o regresso de Bebé e Ré à Luz. A formação do Leões surge com ambições esta temporada, reforçada com estes dois jogadores e não só, pronta a lutar por um lugar no Playoffs. Do lado do Benfica há baixas para este jogo, Chaguinha e Miguel Ângelo lesionados, a par de Roncaglio, castigado.

Depois da derrota em Alvalade, cabe ao Benfica reagir de imediato e da única forma possível: ganhando. Tendo clara noção de que é um adversário que vai obrigar o Benfica a máxima concentração, a estar bem todo o jogo em todos os aspectos do jogo, nomeadamente o emocional, uma vez que infelizmente também já é um triste hábito recorrente nas partidas com os Leões de Porto Salvo, muitas picardias, provocações, agressões e simulações. Também aqui é preciso gerir de forma inteligente o jogo.

De resto, esperamos uma vitória encarnada num jogo difícil, mas um regresso aos triunfos para não comprometer a luta pelo primeiro lugar na fase regular. Qualquer deslize, depois da derrota com o rival, poderá ser fatal para este objectivo.

Campeonato Nacional (Fase Regular) - Jogos da 6ª Jornada

Domingo - dia 15:

SL BENFICA-Leões de Porto Salvo 18h BENFICA TV/TVI 24

Sábado - dia 14:

Quinta dos Lombos-GD Fabril 17h15
Futsal Azeméis-Rio Ave 17h30
Desp. Aves-Belenenses 18h
Burinhosa-Unidos Pinheirense 18h

Quarta - dia 25 de Outubro:


AD Fundão-Sp. Braga 18h

Quarta - dia 1 de Novembro:

Módicus-Sporting 18h


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Basquetebol - FIBA Europe Cup

O Campeão Nacional de Basquetebol já conhece os seus adversários na 1ª Fase da FIBA Europe Cup.

Depois da eliminação na 2ª Ronda da FIBA Liga dos Campeões, o plantel às ordens de José Ricardo prossegue a sua caminhada europeia na divisão mais inferior. Tendo em conta a eliminatória em que caímos fomos automaticamente incluídos no Grupo B.

Os adversários são os russos do Avtodor Saratov, o BC Nevezis da Lituânia e o Bakken Bears da Dinamarca. Qualificam-se, para a 2ª Fase, um conjunto de 16 equipas, ou seja, os dois primeiros classificados de cada grupo.

Salta logo à vista uma nova viagem a território russo, tal como aconteceu na 2ª Fase da FIBA Europe Cup 2016/2017 quando nos deslocamos até à Sibéria. Quer os russos (afastados na 3ª Ronda da FIBA Liga dos Campeões) quer os lituanos são oponentes oriundos de países com qualidade comprovada da modalidade e que certamente apresentam estrangeiros de bom nível. Não se pode subestimar os dinamarqueses que na temporada passada disputaram a Fase de Grupos da FIBA Liga dos Campeões. Ao Benfica espera-lhe uma tarefa difícil, em que terá de estar na plenitude das suas capacidades para discutir o acesso à fase seguinte.

Fique com a agenda dos jogos do Grupo B:

1ª Jornada (18 de Outubro)

SL BENFICA-BC Nevezis
Avtodor Saratov-Bakken Bears

2ª Jornada (25 de Outubro)

Bakken Bears-SL BENFICA
BC Nevezis-Avtodor Saratov

3ª Jornada (1 de Novembro)

SL BENFICA-Avtodor Saratov
BC Nevezis-Bakken Bears

4ª Jornada (8 de Novembro)

BC Nevezis-SL BENFICA
Bakken Bears-Avtodor Saratov

5ª Jornada (15 de Novembro)

SL BENFICA-Bakken Bears
Avtodor Saratov-BC Nevezis

6ª Jornada (5 de Dezembro)

Avtodor Saratov-SL BENFICA
Bakken Bears-BC Nevezis


Hóquei em Patins - Taça Intercontinental

De acordo com informação divulgada pela Federação Internacional de Hóquei em Patins (FIRS), o SL Benfica estará presente na Taça Intercontinental 2017, na qualidade de Campeão Europeu 2016.

Esta competição que por norma coloca, frente-a frente, o vencedor da Liga Europeia e o Campeão Sul-Americano, foi anulada na temporada passada. Registaram-se alterações desde logo com o formato de "Final Four", sendo que brevemente espera-se a participação de clubes de outros continentes. Por agora, marcam presença os vencedores de 2016 e os 2017 das provas acima mencionadas.

Assim o SL Benfica enfrentará nas Meias Finais o Andes Tallers, Campeão Sul-Americano 2016. Enquanto o Réus, Campeão Europeu 2017, aguarda adversário, uma vez que ainda não se encontra definido o vencedor do continente Sul-Americano.

As Meias-Finais estão marcadas para o dia 16 de Dezembro, e a Final para o dia seguinte. A competição será aparentemente disputada em Réus, solo castelhano.

Portanto, o SL Benfica terá a possibilidade de conquistar mais um troféu internacional para o seu historial. Relembramos a conquista em 2013 celebrada após vitória por 10-3 ante o Sport Club Recife. Consideramos que a formação encarnada tem capacidade para conquistar novamente este título.


terça-feira, 10 de outubro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

Dois triunfos caseiros, duas derrotas forasteiras. As nossas equipas de Andebol e Basquetebol prosseguem na senda vitoriosa, enquanto o duplo Derby em Futsal e Voleibol não correu de feição às hostes encarnadas.

Fique com a análise a cada uma das quatro partidas disputadas.


A iniciar um fim de semana de derbys, a nossa equipa de Futsal perdeu por 5-2 na nova casa do "eterno rival", para a 5ª Jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional.

Atendendo ao que se passou na quadra, e como o próprio Joel Rocha reconheceu, o Sporting foi um justo vencedor. Este resultado nada altera relativamente às nossas aspirações, no entanto é inegável que uma nova derrota frente aos leões deixa marcas. Já são três desaires na presente temporada...

Ao cabo de cinco jogos, o Benfica tropeçou pela primeira vez e está agora isolado na vice-liderança do campeonato. Sem Chaguinha, sem esquecer Miguel Ângelo, a tarefa é mais árdua, claro está, mas este futsal não convence. Qualidade individual existe, é um facto, porém em prol do colectivo nem por isso. O Sporting mantém-se como favorito na corrida ao título, mas nós temos ainda uma enorme margem para evoluir. Ao trabalho, rapazes!

Na quadra até foi o Benfica a abrir o activo, com cerca de 3 min decorridos, por intermédio de Robinho, num disparo fulminante do internacional russo ao ângulo superior da baliza defendida por André Sousa. A meio da 1ª parte, o Sporting chegou à igualdade, numa movimentação à pivot de Dieguinho. Este golo veio oferecer justiça ao marcador, dado que o conjunto leonino já tinha ameaçado a baliza à guarda de Diego Roncaglio. Contudo, a reacção benfiquista fez-se sentir com duas bolas enviadas ao poste, por Fábio Cecílio e Rafael Henmi, respectivamente. Seria infelizmente a equipa da casa a recolher aos balneários em vantagem, através de Pedro Cary, matreiro a aproveitar a desconcentração das águias após um canto favorável aos que vestem de verde.

Nos segundos 20 min, o Sporting soube jogar com a vantagem no marcador e fez por merecer a conquista dos três pontos. Esperou pelo nosso erro para responder letalmente. As águias revelavam dificuldade na circulação de bola (falta de critério e problemas claros na criação de lances de perigo, demasiado dependentes dos desequilíbrios causados por Robinho) e Roncaglio subiu no terreno para trazer maior objectividade à nossa manobra ofensiva. Numa dessas situações, André Coelho rematou com André Sousa a servir de muro e a bola acabou por sobrar para os da casa que perante baliza deserta ampliaram para 3-1. O Benfica lá teve de correr atrás do prejuízo e precisamente em "5 para 4" reduziu para a diferença mínima, com Robinho a bisar, exímio a finalizar um passe açucarado do Capitão Bruno Coelho.

As hipóteses do Benfica reentrar na batalha pelos pontos em jogo diminuíram quando à passagem do min 29, o guardião Roncaglio foi expulso num lance controverso mas em que as águias se puseram a jeito. Já com Cristiano na baliza vermelha, o Sporting beneficiou da superioridade numérica para repor a diferença de dois golos. Pouco depois houve uma grande penalidade clara por assinalar sobre Tiago Brito. Não querendo com isto justificar o desaire, mas com 9 min por jogar, as águias poderiam ainda ter uma palavra a dizer. Dois min volvidos, o Capitão João Matos rematou de forma oportuna na sequência de um canto, fixando resultado final em 5-2. As águias até final arriscaram, com Bruno Coelho a guarda-redes avançado, mas sem colher frutos. Referência final para a escassa utilização de Deives, a contas com limitação de natureza física.

Resultados Finais da 5ª Jornada

Sporting 5-2 SL BENFICA
AD Fundão 1-1 Futsal Azeméis
GD Fabril 6-5 Desp. Aves
Belenenses 6-4 Módicus
Rio Ave 5-2 Burinhosa
Leões de Porto Salvo 2-2 Sp. Braga
Unidos Pinheirense 5-3 Quinta dos Lombos


O SL Benfica colocou-se em posição de vantagem na 2ª Ronda da Taça EHF, após receber e bater o Gwardia Opole por 28-24.

Carlos Resende bem tentou apelar à comparência em bom número dos adeptos, do clube e do 
Andebol, mas lá teve apenas de contar com as mesmas incansáveis dezenas de pessoas. Aquelas que estão sempre presentes. Sem o "Braço Armado das Modalidades" as bancadas nos pavilhões podiam ser demolidas, passe o exagero. A falta de militância é gritante. Não vale a pena, Mister!

A turma encarnada irá então enfrentar a viagem até à Polónia com quatro golos de diferença na bagagem. Tendo em consideração aquilo que efectivamente se desenrolou no passado Sábado, as águias poderiam deslocar-se a solo polaco com uma margem mais confortável.

No jogo da 1ª Mão, a formação benfiquista foi claramente superior a uma equipa estreante nestas andanças, mas é bom relembrar que a Polónia é um país com bastante sucesso e tradição na modalidade. Portanto, pese embora a difícil tarefa que nos aguarda, estamos numa situação favorável para confirmar o acesso à 3ª Ronda.

Depois de um período inicial pautado pelo equilíbrio e até com ligeiro ascendente polaco (4-7), com as águias algo desconcentradas ofensivamente, a desperdiçar ataques fáceis, e com dificuldades em fazer face à maior envergadura física dos polacos, Carlos Resende promoveu trocas no sistema defensivo e viu os seus pupilos corresponderem às suas ordens, com uma pressão mais intensa. O conjunto encarnado começou a colocar em prática a sua vasta qualidade, com versatilidade, dinâmica e eficácia no ataque, já com Miguel Espinha a entrar para o lugar do titular Hugo Figueira. Neste sentido, ao intervalo, a vantagem benfiquista já era de 3 golos (15-12).

Nos segundos 30 min, predominou a superioridade benfiquista. A formação polaca entrou determinada a reduzir diferenças e até estava a conseguir (21-20), todavia o Benfica, apoiado numa defesa sólida, com Miguel Espinha em bom plano, voltou a descolar (25-21 e 27-22) e arrancou para o êxito. Não fosse algum deslumbramento ofensivo e o Benfica poderia encarar a 2ª Mão com maior conforto. Nota para o excesso de agressividade dos polacos, sobretudo na segunda metade do 2º tempo, perante alguma complacência da dupla de arbitragem.

Destaques individuais desta partida vão para João Silva e Belone Moreira que, com 7 e 5 golos respectivamente foram os melhores marcadores do encontro do lado anfitrião. 

Resultado Final da 1ª Mão da Taça EHF (2ª Ronda)

SL BENFICA 28-24 Gwardia Opole


Perante as crónicas poucas dezenas de adeptos na Luz, o Campeão Nacional de Basquetebol iniciou de forma contundente a defesa do título, ao derrotar amplamente o Vitória de Guimarães por 106-82.

Depois da Supertaça, o Benfica voltou a ultrapassar a barreira dos 100 pontos. Sinal claro da boa forma encarnada nesta fase tenra da temporada. Em sentido inverso, quem não começou bem foi o FC Porto - inesperada derrota, por 76-80, na recepção ao Illiabum.

A formação vitoriana apareceu disposta a tentar surpreender o colectivo de José Ricardo, mas rapidamente se percebeu que as águias não estavam em maré de quaisquer facilitismos. Não houve demérito do adversário. Houve sim, mais um desempenho bastante satisfatório dos Campeões Nacionais frente a uma das equipas mais capazes do campeonato.

O conjunto encarnado apresentou-se, como é seu timbre, com solidariedade e agressividade defensiva, muito embora se tenha registado alguma descompressão com o avolumar do resultado, e um jogo colectivo no ataque (27 assistências), onde predominou a eficácia de 45% no lançamento de 3 pontos (14 triplos convertidos). Excelente forma de iniciar a defesa do título!

Logo ao final dos 10 min a ideia de uma tarde tranquila pairava plenamente, uma vez que as águias venceram o primeiro parcial com 9 pontos de diferença (27-18). O caudal ofensivo, na busca pela melhor opção para atirar ao cesto, continuou até ao intervalo (51-34). No 3º Período os ataques sobrepuseram-se indiscutivelmente às defesas, como espelha o parcial de 36-31 (87-65). Até final, o domínio encarnado prevaleceu intacto e com naturalidade atingimos a marca dos 100 pontos.

No plano individual, destaque para o jogo completo de Antywane Robinson: 14 pontos, 9 ressaltos, 10 assistências. João Soares alcançou novamente a fasquia dos 21 pontos com 7/9 de 2pts e 4/4 de LL. Ao passo que Tomás Barroso foi autor de 19 pontos, 5/11 de 3pts. De sublinhar também as exibições rubricadas por Raven Barber (12 pontos e 8 ressaltos), Carlos Andrade (12 pontos) e Nuno Oliveira (12 pontos). Nota final para a aposta nos jovens vindos da Formação: Aljaz Slutej, Neemias Barbosa e Ricardo Monteiro, bem como para as ausências por lesão de José Silva e Carlos Morais.

Resultados Finais da 1ª Jornada (1ª Fase)

SL BENFICA 106-82 V. Guimarães
Terceira Basket 57-96 Oliveirense
Galitos Barreiro 80-78 Barreirense
CAB Madeira 109-79 Eléctrico
Lusitânia 79-75 Ovarense
FC Porto 76-80 Illiabum


No final de tarde de Domingo, o SL Benfica perdeu frente ao Sporting por 3-1, (25-23; 17-25; 30-28; 25-18). Péssima estreia no Campeonato Nacional de Voleibol e no novo reduto leonino. 

Cerca de 1500 pessoas assistiram no recém-inaugurado Pavilhão João Rocha a um triunfo justo da equipa da casa. 
O técnico José Jardim, ao contrário do que aconteceu na Supertaça, colocou Vinhedo na formação inicial encarnada.

O primeiro set da partida foi para a equipa que está de regresso à modalidade. Os leões desde cedo assumiram o comando do marcador (6-3). Benfica reagiu (16-16), viu os da casa fugirem novamente (22-18) e na fase da decisão restabeleceu a igualdade (23-23), contudo o parcial acabou favorável à turma de verde. As águias revelavam problemas na recepção e o bloco não funcionava. No parcial seguinte, foi o Benfica que, mais concentrado, acertando no capítulo da recepção e consequentemente na distribuição, entrou por cima, logrando uma vantagem de 5 pontos (1-6). O domínio do Campeão Nacional foi constante, como ilustra o 17-25. 1-1 em sets.

No terceiro set, o ascendente benfiquista permaneceu durante largos minutos (8-11). O Sporting reagiu (17-17) e quando as águias se preparavam para descolar novamente no marcador, um ponto mal decidido (18-22 para 19-21) mudou completamente o cenário do parcial. As águias contestaram e deixaram-se envolver pelo ambiente, incluindo o próprio José Jardim. O rival aproveitou para operar a reviravolta (25-24) e fazer o 2-1 nas vantagens (30-28).


Depois da decisão polémica da arbitragem vislumbrou-se um Benfica perturbado, completamente à deriva a nível anímico. O desnorte apoderou-se dos comandados de José Jardim e com toda a tranquilidade do mundo o Sporting garantiu a primeira vitória logo na estreia. Inadmissível! Infelizmente próximo da recta final, Ary Neto sofreu uma grave lesão. Desejamos uma rápida e plena recuperação ao internacional brasileiro. Hugo Gaspar foi o melhor pontuador da partida, com 20 pontos.

Há vários jogadores em sub-rendimento nesta altura e perante um conjunto de jogadores experientes, como foram os casos de Sp. Espinho e Sporting, paga-se caro. A irregularidade de Vinhedo e Ivo Casas na distribuição e recepção, respectivamente, afecta todo o restante jogo. Além disso, os reforços não se têm destacado. Miroslav Gradinarov e Filip Cveticanin têm sido os mais utilizados mas não têm feito a diferença. Ary Neto praticamente só tem entrado para defender. Milija Mrdak e Dusan Stojsavljevic estão de fora das opções disponíveis. É preciso ter muito azar, com tanta lesão. É cedo para tirar ilações mas há muito a escalpelizar por parte dos responsáveis da secção neste momento...

Resultados Finais da 1ª Jornada

Sporting 3-1 SL BENFICA (25-23; 17-25; 30-28; 25-18)
Ac. São Mamede 1-3 Sp. Espinho (25-16; 21-25; 13-25; 16-25)
Leixões 3-1 VGuimarães (23-25; 28-26; 25-21; 25-21)
Clube K 0-3 Castêlo da Maia (23-25; 18-25; 16-25)
VC Viana 1-3 Esmoriz (23-25; 25-22; 22-25; 23-25)
Fonte Bastardo 3-1 SC Caldas (25-18; 25-19; 23-25; 25-21)


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:

Feminino - http://benficaecletico.blogspot.pt/p/feminino.html




Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!


domingo, 8 de outubro de 2017

Regresso para esquecer aos Derbys no Voleibol

Voleibol - 1ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: Sporting 3 - 1 SL BENFICA

(25-23; 17-25; 30-28; 25-18)

Pontuadores: Hugo Gaspar (20), Miroslav Gradinarov (18), Honoré (12), Flip Cveticanin (6), André Lopes (5), Zelão (4), Vinhedo (1), Ary Neto (1), Tiago Violas (1).