sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

A Taça Intercontinental de Hóquei em Patins que pode valer o título mundial ao SL Benfica é o centro de todas as atenções dos próximos dias das modalidades de pavilhão do nosso clube. A secção de Andebol inicia a sua luta pela Taça de Portugal. Já quanto ao Basquetebol, Voleibol e Futsal, têm pela frente jogos fora de portas para o respectivo campeonato.

Confira a nossa antevisão mais pormenorizada de cada jogo deste fim de semana!


Este fim de semana ficará definido o vencedor da Taça Intercontinental 2017, troféu a disputar-se no Pavilhão Olímpico Municipal de Réus. O Hóquei em Patins benfiquista procura repetir o feito alcançado em 2013. A RTP 2 transmitirá em directo a participação encarnada.

Na Sexta-feira, a partir das 18h30, na localidade catalã, o Campeão da Europa de 2016, SL Benfica, tem confronto marcado com o Campeão Sul-Americano em 2017, os argentinos do Andes Tallers. Na outra semi final, o Réus defronta os argentinos do Concepción Patín Club de San Juan. De referir que como o sul americano de 2016 só se disputou em 2017, foi decidido fazer duas intercontinentais numa só...

A ambição do Benfica é trazer mais um troféu para casa, sendo que desta feita terão de vencer duas partidas. A meia final frente aos argentinos tem sempre alguma surpresa na manga. As equipas argentinas reforçam-se cirurgicamente para esta competição. Mas no elenco contrário, apenas sobressai Carlos Lopez, o ex-Benfica. Aos 40 anos vai tentar surpreender um dos seus antigos clubes.

A equipa de Pedro Nunes irá procurar ganhar vantagem cedo, como é normal, e terá de lidar também com algum desgaste. Este jogo decorre menos de 48 horas depois da vitória em Paço de Arcos. Ocasião para fazer uso de toda a profundidade do seu plantel.

Em caso de vitória, o Benfica está na Final de Sábado, às 16 horas. Pela frente a equipa local (mas que não joga neste pavilhão) ou outra equipa argentina.

Taça Intercontinental - Meia Final

Sexta - dia 15:

SL BENFICA-Andes Tallers 18h30 RTP 2
Réus-Concepción Patín Club de San Juan 20h15


Final

Sábado - dia 16:

Vencedores das Meias Finais 16h RTP 2


O Campeão Nacional de Basquetebol viaja até à cidade-berço para defrontar o V. Guimarães, pelas 15 horas de Sábado, relativo à 12ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

É o arranque da segunda Volta, com um dos jogos mais complicados da mesma. Apesar da valia do adversário, a recente derrota expressiva frente à Oliveirense expôs a nu algumas das debilidades do Vitória SC. Aliás, três das quatro derrotas até agora são precisamente contra Benfica, Oliveirense e FC Porto, ou seja temos um Vitória que tem claudicado com os grandes, muito por causa da sua debilidade defensiva.

Será um ponto certamente a explorar pelos encarnados, que por seu turno terão de defender bem, para contrariar o poder de fogo contrário. Ofensivamente o Benfica tem armas de sobra para colocar em dificuldades os adversários. Esperamos a continuação do ciclo 100% vitorioso no campeonato.

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 12ª Jornada

Sábado - dia 16:

V. Guimarães-SL BENFICA 15h
Eléctrico-CAB Madeira 14h15
Illiabum-FC Porto 18h
Barreirense-Galitos Barreiro 18h
Oliveirense-Terceira Basket 21h

Sábado - dia 10 de Fevereiro:

Ovarense-Lusitânia 16h


No mítico Pavilhão Flávio Sá Leite, pelas 18 horas de Sábado, estarão frente-a-frente o Arsenal Clube Devesa e o SL Benfica, para os Dezasseis Avos de Final da Taça de Portugal de Andebol.

Ainda há pouco o tempo o Benfica deslocou-se a Braga para vencer de forma bem clara o Arsenal em jogo para o campeonato. Por isso é com toda a expectativa que se espera que o Benfica obtenha novo triunfo claro, que permita ultrapassar com sucesso esta primeira ronda da Taça de Portugal, um objectivo que fugiu muito cedo na temporada passada.

Depois da derrota no Dragão Caixa, e sobretudo depois do inadmissível começo de jogo, em que os disparates se sucederam, exige-se muito mais e melhor, a todos. Defender melhor. Os guarda-redes também têm de subir a eficácia. Não se podem falhar livres de 7 metros de forma consecutiva, nem desperdiçar tantos remates das pontas ou dos 9 metros.

É altura de revolta (positiva), e rapidamente voltar ao bom caminho trilhado durante largas semanas. Ainda há muito para jogar, mas queremos o Benfica a ganhar competições.

Taça de Portugal - 1/16 Final

Sábado - dia 16:

Arsenal Clube Devesa-SL BENFICA 18h


Duelo de históricos do Voleibol, marcado para as 19 horas de Sábado na Nave Desportiva de Espinho. O Campeão joga diante do Sporting local, para a 15ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional. Este encontro será transmitido em directo e exclusivo pela SPORT TV 4.

Mais uma deslocação para o Nacional de Voleibol, neste caso a última teoricamente mais complicada nesta primeira fase. Em Espinho nunca é fácil jogar, mas o momento dos tigres não é o melhor, se olharmos por exemplo à muito surpreendente eliminação da Taça frente ao Vitória SC.

Mas também por isso o Sp. Espinho quererá reagir, e nada melhor do que bater um dos outros concorrentes ao título, neste caso com o aliciante de ainda poder chegar à liderança. Aliás bem se pode dizer que para os locais é mesmo uma última oportunidade para isso, pois em caso de vitória do Benfica, a formação da casa fica com vida muito difícil para chegar ao primeiro lugar.

Isto pode funcionar como um factor extra de motivação para o Benfica. Vai para jogo não só para defender a sua liderança, como para deixar um dos rivais afastado do primeiro lugar nesta fase. E desta feita, o Benfica até teve algum tempo de descanso e de treino para poder preparar melhor esta partida. Expectativa em alta, queremos a vitória.

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 15ª Jornada

Sábado - dia 16:

Sp. Espinho-SL BENFICA 19h SPORT TV 4
Clube K-Sporting 15h
SC Caldas-Castêlo da Maia 16h
Fonte Bastardo-V. Guimarães 16h
Esmoriz-Leixões 17h
Ac. Espinho-VC Viana 18h


Já no Domingo, a partir das 18 horas, em Gondomar, enfrentamos o Unidos Pinheirense, em encontro referente à 15ª Jornada da Fase Regular do Campeonato Nacional de Futsal e com transmissão televisiva levada a cabo pela TVI 24.

Mais uma etapa da fase regular em que só os três pontos interessam. Com o jogo desviado para o Multiusos, isso até pode funcionar a favor do Benfica, até porque deve jogar "em casa". Espera-se uma boa presença de benfiquistas na bancada, pese embora o aproximar do jogo à hora da partida de Futebol em Tondela.

Aqui no futsal, como em qualquer outra modalidade, esperamos mais uma vitória. É mais uma partida frente a um adversário com outros objectivos, mas que tudo fará para complicar a vida aos encarnados, e diga-se nas últimas temporadas, por várias vezes, tem sido "um osso bem duro de roer". Muita concentração por isso, não baixar a guarda, não é tempo para vacilar.

Campeonato Nacional (Fase Regular) - Jogos da 15ª Jornada

Domingo - dia 17:

Unidos Pinheirense-SL BENFICA 18h TVI 24
Sporting-AD Fundão 15h30

Sábado - dia 16:

GD Fabril-Sp. Braga 17h
Burinhosa-Módicus 18h
Belenenses-Futsal Azeméis 18h
Quinta dos Lombos-Desp. Aves 18h30
Rio Ave-Leões de Porto Salvo 21h


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:





Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!







quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

A derrota do Andebol em casa do FC Porto manchou uma noite na qual o Basquetebol e o Hóquei obtiveram boas vitórias.

Fique, de seguida, com a nossa análise aos três jogos realizados nesta Quarta-feira.


O Benfica saiu derrotado do Clássico de Andebol, por 30-23, disputado na cidade Invicta, relativo à 16ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

No outro embate entre candidatos, Sporting venceu no reduto do ABC e isolou-se no 1º lugar. Águias e dragões dividem vice-liderança.

O FC Porto entrou com tudo perante um Benfica ineficaz, precipitado e permissivo. E logo nos primeiros minutos se percebeu que os três pontos iriam para a equipa da casa.

O colectivo treinado por Carlos Resende acusou porventura o ambiente adverso e o rival, fulgurante e impiedoso, aproveitou as diversas precipitações no ataque do Benfica para atingir uma vantagem confortável. Aos 16 min vencia por 11-3 e aos 22 min por 13-4. A nossa equipa precisou de mais de 5 min para marcar o primeiro golo no Dragão Caixa. E em cinco livres de 7 metros que dispôs, durante o 1º tempo, apenas marcou um. Assim é logicamente difícil... Já com Miguel Espinha na baliza, no lugar do desinspirado Hugo Figueira, o Benfica logrou um parcial de 0-4 e conseguiu reduzir distâncias até ao 15-9, resultado ao intervalo.

No reatamento, o Benfica entrou por cima e conseguiu reduzir para quatro golos de diferença (15-11), mas prontamente Hugo Laurentino (excelente desempenho na baliza portista) voltou a fazer a diferença, esfumando-se assim a reacção lisboeta. O FC Porto de um modo tranquilo controlou as operações até ao apito final.

Resultados Finais da 16ª Jornada 

FPorto 30-23 SL BENFICA
Madeira SAD 26-26 São Bernardo
AA Avanca 28-27 Águas Santas
Xico Andebol 24-27 Boa Hora FC
ABC 25-33 Sporting
AC Fafe 25-21 ISMAI
Belenenses-Arsenal Clube Devesa (7/01, às 19h)


Na deslocação até à cidade de Ílhavo, o Basquetebol benfiquista triunfou por 67-80 frente ao Illiabum para a 11ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

Os Campeões Nacionais acabaram a 1ª Volta com um registo 100% vitorioso. Ficaram definidos os quatro emblemas que irão disputar, em Sines, a Taça Hugo dos Santos, a 10 e 11 de Fevereiro. São eles: SL Benfica, Oliveirense, FC Porto e V. Guimarães

Pelas informações obtidas, o jogo esteve equilibrado durante a primeira parte (os encarnados chegaram ao intervalo a vencer por 4 pontos, 37-41) e apenas a partir do 3º Período começamos a fazer a diferença. Um parcial de 0-16 (44-44 para 44-60) deixou o Benfica bem encaminhado para somar novo triunfo. E assim se confirmou nos derradeiros 10 min.

Através das estatísticas, é fácil concluir que a eficácia de lançamento foi fundamental para o desenlace final. Fomos superiores no tiro exterior (percentagem de 35%, 9 triplos conseguidos em 26 tentativas). A formação de Aveiro concretizou apenas 4 triplos.

A título individual destacaram-se o norte-americano Antywane Robinson (17 pontos) e o internacional português José Silva (16 pontos). Ademais, foram as unidades encarnadas que somaram mais tempo de jogo. De enaltecer o regresso à competição de Carlos Morais.

Resultados Finais da 11ª Jornada (1ª Fase)

Illiabum 67-80 SL BENFICA
Eléctrico 61-84 Galitos Barreiro
V. Guimarães 73-96 Oliveirense
Ovarense 91-71 CAB Madeira
Barreirense 80-98 FC Porto
Lusitânia 75-80 Terceira Basket


Hóquei em Patins benfiquista obteve, ontem, mais uma importante vitória, por 4-7, frente ao Paço de Arcos, em jogo a contar para a 8ª Jornada do Campeonato Nacional.

Mais uma "final" superada, na antevéspera do início da discussão pelo título mundial de clubes. E desta feita, com a derrota do FC Porto em Barcelos e o empate da Oliveirense em Viana do Castelo, ainda teve um melhor sabor. Benfica e Sporting lideram a par a tabela classificativa com oito jogos e oito vitórias.

Partida em que o Benfica procurou o golo desde cedo, e marcou por Jordi Adroher, que seria o homem do jogo, bem assistido por Carlos Nicolia. Iam ser primeiros minutos frenéticos, não tardou até Gonçalo Nunes empatar num tiro forte. Respondeu Jordi, agora assistido por Valter Neves. Iria responder Centeno, num remate de longe.

O jogo seguia equilibrado com mais iniciativa do Benfica, mas Matraco fechava a baliza contrária. Pedro Nunes iria lançar todos os jogadores do banco na primeira parte, e a pressão continuou, mas as bolas iam esbarrando no poste ou no guarda-redes contrário. Sempre com Gonçalo Nunes em evidência, o PA ia tentando a reviravolta no marcador, mas foi João Rodrigues, numa finalização tão típica do matador, que deixou o Benfica em vantagem antes do intervalo.

No recomeço veio o melhor período dos visitantes, Gonçalo Nunes iria marcar dois golos que dariam a volta ao jogo. Pedro Nunes reagiu e fez regressar a maioria do 5 inicial, mas foi a partir da reentrada de Miguel Rocha, que juntamente com Valter, Nicolia e Adroher colocaram muita intensidade no jogo ofensivo do Benfica, começando um verdadeiro massacre à baliza contrária. Depois de mais algumas bolas nos ferros, foi Adroher a empatar o jogo, na sequência de um livre directo.

Faltavam um pouco mais de 10 min, e com os locais já cansados (com duas baixas por lesão a rotação foi pouca), o Benfica seguiu na pressão até... ao golo. Valter descobriu Adroher, que fez mais um golo dentro da área. Pelos protestos exagerados na jogada, Losna viu cartão azul, deixando a equipa com menos um jogador. Situação que o Benfica aproveitaria, João Rodrigues a bisar com outra finalização à matador, de primeira  a desviar um passe de Nicolia. Ainda havia tempo para ambas as equipas chegarem à 10ª falta. Gonçalo Nunes atirou um míssil ao poste, Jordi Adroher fechou a noite em beleza, cobrança perfeita para fechar a noite com uma 'manita'.

Sem tempo a perder, a equipa viajou esta Quinta-feira para Réus, para a disputa da Taça Intercontinental. Na próxima semana o campeonato segue em Oliveira de Azeméis.

Resultados Finais da 8ª Jornada

Paço de Arcos 4-7 SL BENFICA
HC Braga 2-6 Sporting
HC Turquel 2-2 Sp. Tomar
Valença HC-HCP Grândola (22/12 às 21h30)
OC Barcelos 3-2 FC Porto
Juv. Viana 5-5 Oliveirense
AD Valongo 4-2 Infante Sagres


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:





Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!

Hóquei encarnado vence em Oeiras

Hóquei em Patins - 8ª Jornada do Campeonato Nacional

Resultado Final: Paço de Arcos 4 - 7 SL BENFICA

(2-3 ao Intervalo)

Marcadores: Jordi Adroher (5), João Rodrigues (2).



Campeão não vacila em Ílhavo

Basquetebol - 11ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: Illiabum 67 - 80 SL BENFICA

(1ºp: 15-25; 2ºp: 22-16; 3ºp: 12-22; 4ºp: 18-17)

Marcadores: Antywane Robinson (17)José Silva (16)Tomás Barroso (15)Carlos Andrade (10)João Soares (6)Raven Barber (5), Carlos Morais (5), Nuno Oliveira (4)Jesse Sanders (2).



Desaire benfiquista no Dragão Caixa

Andebol - 16ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional

Resultado Final: FC Porto 30 - 23 SL BENFICA

(15-9 ao Intervalo)

Marcadores: João Pais (4)João Silva (4), Pedro Seabra (3)Belone Moreira (3)Alexandre Cavalcanti (2)Paulo Moreno (2)Davide Carvalho (1), Ales Silva (1), Nuno Grilo (1)Ricardo Pesqueira (1)Fábio Vidrago (1).



quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

Três desafios fora de portas marcam a agenda desta Quarta-Feira. Andebol na na cidade Invicta, Basquetebol em Ílhavo e Hóquei na Linha.

Confira a nossa antevisão sobre cada partida.


Pelas 20 horas, no Dragão Caixa, joga-se mais um Clássico de Andebol entre SL Benfica e FC Porto para a 16ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional. O jogo contará com transmissão televisiva, assegurada pela TVI 24.

Jogo grande da modalidade e teste de fogo à liderança do Benfica. Pela frente um dos claros candidatos ao título, que neste caso está ligeiramente atrás do duo de lideres, mas que em caso de vitória nesta noite, iguala os encarnados na tabela. Na primeira Volta todos se recordam do electrizante jogo na Luz, que terminou com vitória do Glorioso.

Nada mais se espera neste jogo do que outra partida de cortar a respiração entre duas formações com muito a provar. Ambas mudaram de comando técnico esta temporada, e por isso é sem espanto que se constata que em Dezembro as equipas evoluíram mais sobre o que eram em Setembro, e que ainda há espaço para alguma margem de manobra para uma eventual variante táctica que possa provocar surpresa.

Os pontos chave destes jogos são sempre os mesmos: começar por defender bem e forte, para aguentar o "peso" adversário, e neste aspecto a defesa do Benfica está mais forte esta temporada, e no ataque ter criatividade para encontrar soluções que furem a defensiva contrária. Será fundamental ter muita eficácia no contra-ataque.

De notar claro que este jogo não decide nada quanto ao futuro campeão nacional, mas uma diferença por muito marginal que seja nesta fase pode ser decisiva mais à frente: E uma vitória do Benfica nesta Quarta-feira iria deixar o rival mais "apertado" para o que falta da fase regular. Vamos, BENFICA!

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 16ª Jornada 

Quarta - dia 13:

FPorto-SL BENFICA 20h TVI 24/PortoCanal
Madeira SAD-São Bernardo 19h
AA Avanca-Águas Santas 21h
Xico Andebol-Boa Hora FC 21h
ABC-Sporting 21h
AC Fafe-ISMAI 21h30

Domingo - dia 7 de Janeiro:

Belenenses-Arsenal Clube Devesa 19h


Às 20h30, em Ílhavo, é a vez do plantel principal de Basquetebol entrar em acção, num confronto ante o Illiabum, para a 11ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

A histórica formação da região de Aveiro está no 5º posto da tabela classificativa e apresenta um belo conjunto de jogadores. Logo na 1ª Jornada somou uma excelente vitória no Dragão Caixa.

E é um jogo com tudo a ganhar ou a perder para a equipa da casa, que em caso de vitória poderá qualificar-se para a Taça Hugo dos Santos, mediante ainda outros resultados nesta noite. É por isso um factor de motivação extra para a equipa da casa, que bem se pode dizer tem neste jogo "uma final". Do lado do Benfica essa situação não se verifica, mas há contudo o objectivo de dar continuidade ao percurso invicto até esta fase.

E de certa forma houve alguma preparação para este jogo, como se viu no Domingo passado em que José Ricardo rodou bastante os elementos do seu plantel, de modo a gerir o cansaço da viagem à Rússia, e deixar os jogadores em melhor forma para este desafio de grau de dificuldade superior.

Assim, e numa partida que antecede uma deslocação a Guimarães, o Benfica tem um teste que o vai obrigar a subir o nível do seu jogo para sair com a vitória. 

Campeonato Nacional (1ª Fase) - Jogos da 11ª Jornada

Quarta - dia 13:

Illiabum-SL BENFICA 20h30
Eléctrico-Galitos Barreiro 21h
V. Guimarães-Oliveirense 21h
Ovarense-CAB Madeira 21h
Barreirense-FC Porto 21h15

Lusitânia 75-80 Terceira Basket


Viagem curta na Linha, para defrontar o Paço de Arcos, a partir das 21 horas, para a 8ª Jornada do Campeonato Nacional de Hóquei em Patins.

A equipa da casa vem de uma derrota em Oliveira de Azeméis por 3-2, onde esteve por duas ocasiões na dianteira do marcador. E em casa, é sempre um osso duro de roer. O Benfica nem tem tempo de "lamber as feridas" da derrota frente ao Barcelona. Este jogo tem um carácter bem mais decisivo, pois pontos eventualmente perdidos aqui podem custar o campeonato, e logo no dia seguinte é tempo de viajar para Réus para a disputa da Taça Intercontinental.

Em Paço de Arcos o Benfica encontra uma formação que se ajustou esta temporada, tanto ao nível do comando técnico com o regresso de Luís Duarte ao leme da equipa, como de plantel, procurando fazer uma temporada que a qualifique para a Taça CERS. Será importante marcar cedo para dar estabilidade à equipa, e a partir daí capitalizar e construir um triunfo seguro.

Esta jornada é a última antes do ciclo "infernal" de defrontar os três candidatos em rondas seguidas, e falta esta vitória para o Benfica entrar nesse ciclo com o pleno de vitórias. Todo o foco na partida desta noite, onde o triunfo é por demais obrigatório.

Campeonato Nacional - Jogos da 8ª Jornada

Quarta - dia 13:

Paço de Arcos-SL BENFICA 21h
HC Braga-Sporting 21h
HC Turquel-Sp. Tomar 21h
Valença HC-HCP Grândola 21h30
OC Barcelos-FC Porto 21h30
Juv. Viana-Oliveirense 21h30

AD Valongo 4-2 Infante Sagres


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:





Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!



terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

Balanço positivo para as nossas queridas modalidades de pavilhão. A excepção foi o hóquei que perdeu na recepção ao poderoso Barcelona. A adesão dos benfiquistas aos pavilhões merece nota de destaque mas há ainda muita margem para melhorar.

Confira o rescaldo de um fim de semana prolongado com muita acção no Complexo da Luz.


Vermelho e Branco imperou no duplo compromisso em Voleibol! Na Sexta-feira, eliminamos o Sporting e estamos nos Quartos de Final da Taça de Portugal. Já no Domingo vencemos no reduto do Sporting das Caldas no arranque da 2ª Volta da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

Ambiente arrepiante na Luz, no regresso do Derby dos Derbys à Luz. Galvanizada pelo apoio fervoroso e incansável da massa adepta, o Benfica impôs-se convincentemente ao Sporting por 3-1 (21-25; 25-19; 25-23; 34-32), nos Oitavos de Final da Taça de Portugal. O actual detentor do título ficou pelo caminho, uma vez que o Vitória de Guimarães foi a Espinho vencer os tigres por 2-3.

José Jardim fez alinhar de início Ivo Casas, Zelão, Honoré, Vinhedo, Milija Mrdak, Miroslav Gradinarov e André Lopes. O técnico benfiquista interpretou muito bem cada momento do jogo e mexeu quando e onde deveria mexer.

No primeiro parcial, os leões foram superiores e venceram por 21-25. Colocaram dificuldades na nossa recepção e, por conseguinte, na organização ofensiva do nosso jogo. A resposta foi imediata. Empatamos a partida com 25-19 no 2º set. Acertamos no capítulo defensivo e tudo melhorou. Ataques mais imprevisíveis e eficazes, bloco a funcionar e serviço a fazer mossa. Ainda assim, só após o 2º tempo técnico, e com um parcial de 6-0, é que disparamos no marcador. A entrada de Hugo Gaspar, que rendeu o desinspirado Mrdak, ajudou a equipa a desatar o nó.

Já no 3º set, depois de um ligeiro ascendente leonino (7-11), a revelar mais eficácia no remate, José Jardim decidiu, e bem, optar por Fred Winters no lugar de Gradinarov. A equipa tranquilizou-se e partiu para a vitória, novamente com um parcial de 6-0 na fase crítica. O Pavilhão Nº 2 da Luz foi ao rubro. Faltava um set para garantir o apuramento. O 4º set foi o mais equilibrado de todos, com várias alternâncias no comando do marcador e com emoção até ao fim. O Campeão Nacional esteve a vencer por 23-20 mas permitiu o empate e o jogo só ficou resolvido nas "vantagens" e com desfecho favorável aos rapazes da Luz, pese embora a dupla de arbitragem ter tentado força a "negra". Com Vinhedo a servir com mestria e com André Lopes (20 pontos) a um nível astronómico, Zelão irrepreensível no centro da rede (15 pontos), Hugo Gaspar (12 pontos) e o cada vez mais entrosado Fred Winters (9 pontos) a corresponderem no ataque, as águias selaram a qualificação.

No Domingo, viagem até Caldas da Rainha, onde batemos o Sporting Clube local sem espinhas, para a 14ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional.

Favoritismo confirmado num pavilhão onde o Sp. Espinho tropeçou. De frisar ainda o desaire da Fonte Bastardo na visita a Matosinhos. Já temos sete pontos de vantagem sobre os dois emblemas citados, e um sobre o Sporting.

Os parciais de 14-25, 19-25 e 15-25 espelham inequivocamente a superioridade evidenciada pelos Campeões Nacionais frente ao 6º classificado. O domínio encarnado nunca esteve em causa, pese embora a atitude combativa do anfitrião. José Jardim alinhou única e exclusivamente com Hugo Gaspar, Fred Winters, Filip Cveticanin, Tiago Violas, André Lopes, Honoré e Ivo Casas.

Resultado final dos 1/8 Final

SL BENFICA 3-1 Sporting (21-25; 25-19; 25-23; 34-32)

Resultados Finais da 14ª Jornada

SC Caldas 0-3 SL BENFICA (14-25; 19-25; 15-25)
VC Viana 0-3 Castêlo da Maia (23-25; 18-25; 19-25)
Ac. São Mamede-V. Guimarães*
Esmoriz 0-3 Sp. Espinho (-25; -25; -25)
Sporting 3-0 Ac. Espinho (25-21; 25-15; 25-19)
Leixões 3-2 Fonte Bastardo (22-25; 16-25; 29-27; 25-19; 15-13)

* Adiado


O Barcelona veio à Luz consolidar a liderança e vencer por 4-8, para a 3ª Jornada da Fase de Grupos da Liga Europeia de Hóquei em Patins.

Jogar com o Barcelona exige cuidados redobrados na vertente defensiva e astúcia na manobra ofensiva. Nada disso se verificou no duelo de titãs do passado Sábado. O Benfica foi fiel à sua identidade, com um jogo de risco, tentando acercar-se da baliza contrária rapidamente através de iniciativas individuais e expondo-se defensivamente. A coragem não basta para ganhar jogos. O Barcelona não perdoou quando o Benfica errou e permitiu espaço. Partilhamos o 2º lugar com o Forte dei Marmi. A 1ª posição do Grupo C está praticamente entregue. Está fechada a 1ª Volta.

O técnico Pedro Nunes apostou em Guillem Trabal, Valter Neves, Diogo Rafael, Carlos Nicolia e Jordi Adroher para o elenco titular. Depois deste jogo, dificilmente Pedro Henriques perderá a titularidade na baliza encarnada.

O Benfica até entrou bem em ringue, com o astro argentino a colocar as águias a vencer, na cobrança de um castigo máximo. Marc Gual agrediu Diogo Rafael e foi expulso. Jordi Adroher desperdiçou oportunidade clara, um livre directo, para ampliar a vantagem. O Barcelona ficou então 4 min em inferioridade numérica e surpreendentemente nessa situação, e em contra-ataque, restabeleceu o empate. O Benfica estava por cima no encontro mas foi o Barcelona a recolher aos balneários na dianteira. Já numa fase do jogo pautada pelo equilíbrio, os catalães protagonizaram a reviravolta a 5 min do intervalo, num lance em que Trabal não ficou isento de culpas, pese embora a falha de marcação.

Os segundos 25 min foram frenéticos, com muita emoção, todavia nada favorável aos rapazes da Luz. O Benfica optou por um jogo vertiginoso, ao invés de um hóquei mais sólido, paciente e pragmático. Contra uma equipa deste calibre, recheada de craques de qualidade reconhecida mundialmente, paga-se caro quando te expões tanto no sector defensivo. A dupla de arbitragem italiana protegeu indiscutivelmente a equipa espanhola e não tardou a 10ª falta nossa que originou o 1-3. O Benfica passou cada vez mais a jogar com o coração do que com a cabeça. Num lance de contra-ataque não fomos eficazes e na resposta em transição rápida o Barça foi letal. Estava feito o 1-4. Numa jogada típica do argentino, Nicolia descobriu Adroher dentro da área e o avançado reduziu para 2-4. Pouco depois o espanhol viu o cartão azul, contudo o marcador não sofreu alterações. Não foi de bola parada, foi em contra-ataque que o Barcelona colocou a bola novamente no fundo das redes. Depois de um azul exibido a um jogador blaugrana, Nicolia de livre directo encurtou para 3-5 e o público que lotou o Pavilhão Fidelidade começou a acreditar que era possível buscar um resultado positivo. Porém, rapidamente tudo isso esmoreceu. No reatamento, o Barcelona concretizou o 3-6. O conjunto oriundo da Catalunha aproveitou as facilidades defensivas concedidas pelos encarnados para marcar ainda mais dois golos e de rajada. Na transformação de uma grande penalidade, João Rodrigues fixou o resultado final em 4-8.

Resultados Finais da 3ª Jornada do Grupo C da Liga Europeia

SL BENFICA 4-8 Barcelona
Montreux HC 1-4 Forte dei Marmi


Mais uma vitória para a Fase Regular do Campeonato Nacional de Futsal. Recebemos e batemos a Burinhosa por 4-0, em jogo referente à 14ª Jornada.

Sem ter sido exuberante, a formação benfiquista conseguiu os seus intentos de modo fácil. O resultado final expressa justamente a superioridade dos pupilos de Joel Rocha.

Na quadra ainda foi preciso decorrer algum tempo para o marcador funcionar. Assistiu-se a um jogo "morno" na etapa inicial, com escassez de ocasiões de golo. Fundamentalmente, faltou critério, nos primeiros 10 min ao ataque benfiquista perante um Burinhosa recuado. Teve de ser o talento de Robinho a desbloquear as contas da partida. O internacional russo desequilibrou no corredor lateral e assistiu Deives perante baliza aberta para o 1-0. Depois só deu Benfica até ao intervalo, acutilante e eficaz. O espanhol Raul Campos, descoberto por Rafael Henmi, assinou o 2-0 com o seu pontapé eficaz. André Coelho elevou para 3-0, após passe magistral de Tiago Brito.

Nos segundos 20 min, a equipa encarnada controlou as operações e impediu qualquer tentativa de reacção forasteira. Deives fez o segundo tento na partida, a culminar uma boa combinação entre Bruno Coelho e Robinho. O atacante brasileiro tem vindo a subir de rendimento nas últimas partidas.

Resultados Finais da 14ª Jornada

SL BENFICA 4-0 Burinhosa
Sp. Braga 2-0 Unidos Pinheirense
AD Fundão 1-2 Belenenses
Futsal Azeméis 5-4 GD Fabril
Desp. Aves 2-2 Rio Ave
Quinta dos Lombos 5-5 Módicus
Leões de Porto Salvo 1-9 Sporting


A encerrar um Sábado cheio de actividade na Luz, o SL Benfica venceu a Associação Atlética de Águas Santas por 33-28, em jogo respeitante à 15ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional de Andebol.

A formação maiata incomodou imenso as hostes encarnadas e só na recta final é que as águias partiram para a vitória. Ao intervalo, as águias venciam por 18-16. A primeira parte foi renhida, com o Benfica algo permissivo na defesa e sem conseguir condicionar devidamente o ataque maiato. Em sentido oposto, a ligação da nossa 1ª Linha com o pivot, Paulo Moreno, foi bastante produtiva.

O Benfica voltou ao jogo muito precipitado, a querer resolver muito depressa em detrimento de um ataque planeado. Por isso não foi de estranhar que o Águas Santas tenha recuperado e chegado à vantagem (20-22). Já com Miguel Espinha na baliza (esteve bem) e com os maiatos a vencer por 22-24, soaram os alarmes na Luz a 15 min do fim. As poucas dezenas de adeptos que permaneceram no Complexo da Luz depois do jogo Futebol empurraram a equipa para a vitória. Os encarnados passaram a defender de forma mais concentrada, coesa e pressionante, e foram impiedosos no contra-ataque. Com três golos de rajada estavam de novo na liderança do 'placar' (25-24). Daí para a frente, a maior frescura física fez-se sentir e com naturalidade os pupilos de Carlos Resende dispararam e ampliaram diferenças até ao 33-28 final.

Realce para o instinto goleador de Paulo Moreno. Justificou categoricamente a titularidade e coroou uma portentosa exibição com 9 remates certeiros. De enaltecer também os 7 golos de Fábio Vidrago e a eficácia de Ricardo Pesqueira nos livres de 7 metros.

Resultados Finais da 15ª Jornada 

SL BENFICA 33-28 Águas Santas
Boa Hora FC 28-27 AC Fafe
Sporting 39-24 Xico Andebol
São Bernardo 20-32 ABC
FC Porto 32-21 Madeira SAD
ISMAI 23-26 Belenenses
Arsenal Clube Devesa 28-29 AA Avanca


O invicto Benfica derrotou o Barreirense, por 93-85, na 10ª Jornada da 1ª Fase do Campeonato Nacional de Basquetebol.

Virada a página do afastamento europeu, José Ricardo promoveu novidades na composição titular e rotação do plantel durante todo o encontro, em virtude do desgaste físico resultante da longa e atribulada viagem até território russo. Cláudio Fonseca, José Silva e Nuno Oliveira juntaram-se a Antywane Robinson e João Soares.

A formação vinda da margem Sul encontra-se bem distante dos seus tempos áureos na modalidade (é última classificada e sem qualquer triunfo logrado), no entanto causou dificuldades ao Campeão Nacional no passado Domingo.

Aguardava-se um embate de sentido único, uma vitória esmagadora por parte dos pupilos de José Ricardo, frente a um conjunto com notórias debilidades defensivas e que soma dez desaires em dez jogos disputados. Mas foi a turma do Barreiro a comandar a marcha do marcador durante a fase inicial (15-22 ao cabo de 10 min de jogo), com boa eficácia no tiro exterior e aproveitando a passividade defensiva caseira, e só a meio do 2º Período é que os encarnados chegaram finalmente à vantagem (33-28) e tomaram as rédeas do encontro, fruto do maior acerto na hora de atirar ao cesto.

Naturalmente na segunda parte a normalidade foi reposta. Regressamos dos balneários com maior lucidez ofensiva e alargamos distâncias (71-56 no final do 3º Período). Para os últimos 10 min do embate, o timoneiro encarnado fez o jovem Pedro Lança estrear-se, comprovando que tem estado atento à nossa Formação. O Benfica descolou mais um pouco (91-73), todavia um claro desleixo na parte final, com o jogo já manifestamente decidido, permitiu ao Barreirense aproximar-se no marcador.

A nível individual, os norte-americanos Antywane Robinson e Jesse Sanders foram os elementos benfiquistas mais valorizados no desafio de Domingo. O primeiro notabilizou-se no capítulo do lançamento (29 pontos), enquanto o segundo fez um jogo completo e contribuiu de forma relevante para o jogo colectivo das águas (8 pontos, 7 ressaltos e 13 assistências).

Resultados Finais da 10ª Jornada (1ª Fase)

SL BENFICA 93-85 Barreirense
Oliveirense 78-67 Illiabum
Galitos Barreiro 73-81 Ovarense
FC Porto 116-60 Eléctrico
Terceira Basket 90-82 V. Guimarães
Lusitânia 97-100 CAB Madeira


Para consulta de tudo sobre a época 2017/2018 das modalidades, pode ver aqui:





Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!