segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Porque o SL Benfica não é só Futebol...

Fim-de-semana negativo para as modalidades de pavilhão do SL Benfica. Pese embora o saboroso triunfo no "derby" eterno de Futsal, as restantes secções que estiveram em acção somaram desaires, os quais, ainda assim, não comprometem os principais objectivos a que a se propõem. Desta vez tenho que destacar, pela positiva, a boa afluência dos benfiquistas a Odivelas e, pela negativa, a fraca presença encarnada nas bancadas do Pavilhão de Barcelos. 

Confira o rescaldo de todos os encontros onde o Manto Sagrado foi protagonista na última jornada desportiva. 

A equipa de Futsal do SL Benfica atingiu a liderança da Fase Regular do Campeonato Nacional após ter derrotado o Sporting por três bolas a duas, no terreno "emprestado" do rival, em jogo da 7ª Jornada da competição. Nota, mais uma vez, para a parcialidade do jornalista da RTP, Pedro Martins, nos comentários da partida. Até pensava que o encontro estava a ser transmitido pela Sporting TV. 
Passando para a análise daquilo que se passou em campo, tivemos pela frente um duelo muito equilibrado. Entraram melhor os "donos da casa" criando mais perigo junto da baliza contrária, onde Juanjo se exibiu a grande nível. No entanto, seriam os encarnados a adiantar-se no marcador, com Alex a desviar de cabeça para o fundo da sua própria baliza, quando tentava interceptar um passo longo do guarda-redes espanhol. 
O conjunto leonino reagiu e Alex tentou redimir-se, mas os postes impediram o empate por duas vezes. Do outro lado, Cristiano também teve uma acção importante ao evitar o segundo tento benfiquista num remate no interior da área por intermédio de Patias. Assistia-se a um Benfica muito eficaz ao nível defensivo saindo com perigo em transições rápidas, destacando-se Chaguinha neste particular. 
A 5 minutos do descanso, Fábio Lima fez o 1-1 num remate soberbo a dar a melhor sequência a uma reposição lateral da equipa "verde e branca".
Na etapa complementar, a intensidade da partida continuou alta, porém o Benfica foi mais perigoso, com Rafael Henmi a dar o primeiro aviso com um remate ao poste. No minuto seguinte, Chaguinha desenvolveu uma excelente iniciativa individual pela linha lateral, assistindo Henmi que, por sua vez, combinou com Patias para este falhar o golo, de forma incrível, com a baliza aberta; mas, na sequência, uma tentativa de alivio de Fábio Lima acabou por fazer embater a bola em Cristiano, antes de ir parar ao interior da baliza. Os encarnados procuraram e tiveram a merecida sorte. 
O Sporting correu, de novo, atrás do prejuízo e acabou por chegar à igualdade, em novo lance de estratégia, desta feita com Cary a finalizar um canto do ataque leonino. 
Tudo em aberto para últimos instantes e a vitória poderia pender para qualquer um dos lados. Oportunidades para os dois conjuntos. Todavia foi a pouco mais de um minuto para o fim que, numa iniciativa individual de Patias, resultou o golo da vitória benfiquista. 
Os visitados procuraram evitar a derrota e colocaram o "5 para 4", todavia os comandados de Joel Rocha souberam fechar, com sucesso, todos os caminhos da sua baliza, garantindo assim os 3 pontos e a ascensão ao primeiro posto da pauta classificativa. 
Tivemos sorte? Sim. Merecemos a sorte? Sim. A equipa está num processo evolutivo de jogo para jogo e cada vez defende melhor. Não éramos maus quando empatámos frente ao Módicus nem somos uma grande equipa depois de vencermos o grande rival. 

Resultados Finais da 7ª Jornada

Sporting 2-3 SL BENFICA
Sp. Braga 5-2 Dramático de Cascais
AD Fundão 3-1 Modicus
Belenenses 2-3 Leões de Porto Salvo
SL. Olivais 7-6 Rio Ave
Burinhosa 4-2 Boavista
Unidos Pinheirense 5-2 Póvoa Futsal


O Pavilhão Municipal de Barcelos foi o palco de mais uma vergonha nacional no que ao Hóquei em Patins diz respeito. O jogo da 4ª ronda entre os líderes do Campeonato, OC Barcelos e SL Benfica, terminou com um empate a 5 golos. Infelizmente, o resultado deste embate foi o menos importante de tudo aquilo que pude presenciar ao vivo. 
Mas vamos por partes. Sobre o que aconteceu dentro do ringue posso dizer que assisti a um jogo muito emotivo, vibrante, com a equipa da casa muito motivada perante um conjunto orientado por Pedro Nunes empenhado em ultrapassar mais uma "final" na luta pelo título. 
Os encarnados foram "Nicoliadependentes" e mesmo com uma fantástica exibição do astro argentino tiveram muitas dificuldades para bater este adversário. Continuamos a cometer erros infantis inacreditáveis e a falhar golos "fáceis" que neste tipo de encontros custam "pontos". E assim foi. Apesar do empate entre Sporting e FC Porto, os dois pontos perdidos em Barcelos podem ser muito importantes mais à frente neste Campeonato. Existe muitas pechas por corrigir, sobretudo na mentalidade e concentração que temos empregue em cada desafio. 
Com o resultado em 4-3 a favor dos encarnados, tudo descambou. Os adeptos da casa insultavam o nosso clube, alguns (poucos) adeptos do Glorioso não gostaram e provocaram, com alguns gestos, elementos da claque barcelense que, inconformados, partiram para cima dos benfiquistas. Abriram a cabeça a um benfiquista, bateram em tudo o que era vermelho e vinha pela frente, arremessaram moedas para o campo, acertando no técnico encarnado Pedro Nunes e no hoquista João Rodrigues, além de cuspirem em todo o banco benfiquista. Isto tudo perante um pavilhão sem polícia e com apenas 4 ou 5 seguranças de uma empresa privada. O encontro esteve obviamente parado por falta de condições de segurança. E o que fez o SL Benfica neste caso? Jogadores e treinador tinham vontade de abandonar do recinto, mas o director desportivo José Trindade não estava de acordo com essa posição. Inacreditável! Até quando serão anjinhos? Estão à espera que morra alguém? Não são os comunicados que irão mudar o rumo dos acontecimentos. Exemplos como este vão voltar a acontecer nos campos do Norte do país, não tenho dúvidas disso. E os "criminosos" continuarão a ser "heróis" no ódio ao vermelho. Saí muito triste do pavilhão, mas a minha voz foi sentida pelo nosso grupo de trabalho. 

Resultados Finais da 4ª Jornada

OC Barcelos 5-5 SL BENFICA
Sporting 2-2 FC Porto
Oliveirense 5-2 CH Carvalhos
CD Póvoa 7-5 HC "Os Tigres"
Paço de Arcos 3-6 Juv. Viana
HC Turquel 3-5 AD Valongo
Candelária 8-6 AD Sanjoanense 


O aviso estava feito. Aqui disse que, esta temporada, a Liga de Basquetebol se encontrava muito mais competitiva que no ano transacto. Os "passeios" tinham acabado e algumas equipas iam dar muito trabalho ao Tri-Campeão Nacional. 
Logo na jornada inaugural da Fase Regular, no Barreiro, os pupilos às ordens de Carlos Lisboa perderam frente ao Galitos por 86-78 no terceiro confronto entre estas formações nesta época. 
Na Supertaça o domínio foi total dos benfiquistas, mas no troféu António Pratas, a formação do Barreiro já tinha assustado - e muito - os encarnados. À terceira foi de vez.
Desde o quarto inicial que a equipa do Galitos comandou o encontro (25-20) sendo que, ao intervalo, a diferença era de apenas 4 pontos (42-38). A vantagem da equipa da casa nunca foi para a casa das "dezenas", mas quando nos aproximávamos no marcador, os erros sucediam-se, principalmente do ponto de vista defensivo. Não defendemos nada. As ausências dos norte-americanos Jobey Thomas e Ronald Slay não explicam este desaire.
É preciso um atitude mais solidária, mais altruísta, mais concentrada ao longo de todo o jogo para superar opositores que se apresentam extremamente motivados diante do clube que tem dominado a modalidade ao longo dos últimos 5 anos. 
Já conquistamos dois troféus, mas a ambição não pode ficar por aqui. Espero que seja apenas um acidente de percurso, pois vamos entrar num mês muito intenso com jogos para o Campeonato ao fim-de-semana e EuroChallenge durante a semana. Quero ver o melhor Benfica!

Resultados Finais da 1ª Jornada

Galitos Barreiro 86-78 SL BENFICA
Ovarense 76-61 CAB Madeira
Algés 75-97 Sampaense
Oliveirense 71-86 Illiabum
BC Barcelos 89-85 V. Guimarães
Maia Basket 70-64 Lusitânia 


Nos Açores, o Bi-Campeão Nacional de Voleibol somou 4 pontos na jornada dupla. Derrota pela margem mínima (3-2) diante da Fonte Bastardo e triunfo previsível contra o Clube K por 3-0. É triste que uma partida entre as duas melhores equipas da modalidades não tenha transmissão televisiva. Como querem promover o Voleibol? Assim não. 
Como era esperado, o embate entre SL Benfica e Fonte Bastardo foi muito equilibrado, como demonstra o resultados dos quatro primeiros parciais (25-23; 28-30; 25-23; 21-25). A resolução do encontro passou pelos detalhes e sorriu aos açorianos na "negra" (15-7). Principalmente nos pontos decisivos, a equipa da casa foi mais forte e eficaz quer no serviço, quer na recepção, merecendo o triunfo e liderança da classificação. 
Um desaire é sempre negativo mas, ainda assim, o ponto somado pelos encarnados pode ser importante para a conquista do primeiro lugar da 1ª Fase e respectiva vantagem "casa" nos Playoffs. Veremos...
Já no Domingo, e tendo pela frente uma das formações mais fracas da 1ª Divisão, o SL Benfica venceu o Clube K com enorme facilidade por 3-0 (12-15; 15-25; 6-25). José Jardim optou - e bem - por rodar todo o plantel, com destaque para a boa exibição do jovem atacante João Oliveira. 

Resultados Finais da 3ª Jornada

Fonte Bastardo 3-2 SL BENFICA (25-23; 28-30; 25-23; 21-25; 15-7)
Vilacondense 2-3 Castêlo da Maia (25-17; 33-31; 22-25; 12-25; 14-16)
Clube K 0-3 Leixões (18-25; 17-25; 20-25)
Esmoriz 0-3 Sp. Espinho (18-25; 14-25; 20-25)
V. Guimarães 0-3 Atl. Madalena (23-25; 20-25; 17-25)
SC Caldas 3-2 Ac. Espinho (23-25; 26-24; 25-16; 19-25; 15-8)

Resultado Final da 9ª Jornada

Clube K 0-3 SL BENFICA (12-25; 15-25; 6-25)


Porque o SL Benfica não é só Futebol...

SPORT LISBOA E BENFICA!!! 1904!!!



2 comentários:

  1. Sobre a analise ao jogo de Barcelos:
    Sobre o jogo propiamente dito lamento que nao se tenha referido á forma vergonhosa como o SLBenfica chegou ao empate num lance claramente precedido de falta.

    Condeno todo o tipo de violencia mas nao posso deixar passar em claro esta tentativa de sacudir a agua do pacote sobre o que se passou em Barcelos.
    Uma claque cantar ofensas aos adversarios é infelizmente normal, passa-se em Barcelos como se passa nos Pavilhoes da Luz.
    Quem engatou aquilo foi uma adepto do SLBenfica(que nao confundo com os outros que estavam presentes), e que já é infelizmente useiro e vezeiro nestas situações. O meu amigo em vez de o defender devia ser o primeiro a condenar tais actos e solicitar que seja impedido de frequentar recintos desportivos.
    Continua a moda dos comunicados, a epoca passada abandonavam a modalide este ano abandonam a pista......
    Que fez ou disse o SLBenfica quando ainda há poucas semanas adeptos seus agrediram com uma bandeira um jogador do Sporting?
    Ah já sei o Joao Pinto é isto e aquilo e foi com a cara á bandeira que se levantou inocentemente.
    Começa a tornar-se repetente este sacudir a agua do capote a cada resultado menos conseguido e o SLBenfica nao precisa disso como alias ainda na semana passada provou frente ao todo poderoso Barcelona.
    Ultima nota para esta norma legislativa sobre o policiamento. Uma vergonha. E nao adianta a FPP falar em jogos de alto risco. Uma tragedia acontece quando e onde menos se espera.

    Muito boa tarde.

    ResponderEliminar
  2. Sobre a arbitragem podia ter referido o penalty por marcar quando Carlos Lopez sofre falta dentro da área e o resultado estava 0-2. Podia referir que o lance que dá o penalty do 5-4 foi precedido de falta sobre Nicolia. Podia falta de muitas outras situações.

    Mas o que se passou fora do campo deixa tudo aquilo que aconteceu dentro do ringue para quinto plano.

    Eu vi quem agrediu o técnico e jogadores do SL Benfica. Eu vi quem cuspiu nos atletas encarnados. Quanto aos adeptos as provocações foram de ambos os lados o que não justifica nenhuma atitude violenta.

    Quanto à situação do triste hoquista verde, esse artista passou todo o encontro a cuspir e provocares adeptos benfiquistas. A bandeira tocou de raspão nele (condenável obviamente) e esse senhor fez um teatro do tamanho do mundo.

    Eu não estou a desculpar o resultado com estes acontecimentos que condicionaram o jogo. Agora se esta modalidade não fosse tão corrupta, o OC Barcelos perdia esta partida e tinha o pavilhão interdito por muito tempo.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar